Três mil ocorrências de falta de energia por causa de pipas são registradas em 2021 no PA

Redação Por: Redação

Diversas Novidades

Publicado em 10/06/2021 10:51h

Três mil ocorrências de falta de energia por causa de pipas são registradas em 2021 no PA

A Equatorial Energia Pará já contabilizou cerca de 3 mil ocorrências de falta de energia motivadas por pipas que entraram em contato com a rede elétrica até maio de 2021. A empresa alerta que os cuidados com a brincadeira não podem ser deixados de lado, principalmente na época de veraneio.

O levantamento feito da empresa mostra que a Região Metropolitana de Belém foi a que registrou o maior número, com 780 casos, um aumento de 62% em relação ao mesmo período do ano passado. Seguem a lista Castanhal, com 484 casos, e Santarém, no oeste do Pará, com 364 casos contabilizados.

Os cuidados com a brincadeira não podem ser deixados de lado, como soltar pipas distante da rede elétrica e jamais resgatar o papagaio da rede, caso fique engatada. As linhas de cerol também são um perigo ao entrar em contato com a fiação elétrica, pois a mistura de cola com vidro moído, e em alguns casos até mesmo com pó de ferro, pode provocar curto-circuito e romper cabos energizados. Além disso, o risco de acidentes com cortes, sobretudo, nas pessoas que circulam em motocicletas ou bicicletas é muito grande.

 

Veja mais orientações:

 

 

  • Ninguém deve resgatar uma pipa enroscada na rede, pois além de causar desligamento de energia, o acidente pode gerar vítimas fatais.
  • A recomendação sempre é brincar em espaços abertos, em que não exista nenhum cabo de energia.
  • Evitar soltar pipas em canteiros centrais das ruas e locais em que existe fluxo de veículos e não utilize "rabiolas", pois elas podem enroscar nos fios elétricos, podendo ocasionar choque.
  • Jamais utilizar cerol, linha "chilena" ou papel alumínio na confecção da pipa, pois estes materiais podem provocar curtos-circuitos e colocam em risco à vida de quem brinca e de pessoas que circulam pelo local.

(Fonte:G1)

Comentários

Deixe seu comentário abaixo sobre esta notícia:

É Notícia Barcarena - Blog de Notícias